Multa Acostamento – Valor da Multa e Recurso

Multa Acostamento – Valor da Multa e Recurso
Rate this post

multa acostamentoJá se deparou com aquele trânsito insuportável indo pra praia? Muitas pessoas nem tem compromisso e nem horário para a chegada, mas o estresse e nervosismo acaba fazendo com que essas pessoas queiram chegar logo ao destino. É fato que ninguém gosta de ficar preso por horas em um trânsito caótico, mas realizar infrações como andar pelo acostamento, é mais natural que nós imaginamos, e é o que muita gente acaba fazendo nesses momentos.

Das 11 alterações feitas pelo Congresso e sancionadas pela presidente Dilma Rousseff neste ano, seis se referem à mudança no valor das multas – quatro delas envolvendo ultrapassagens perigosas pelo acostamento, entre veículos, invadindo outro sentido ou pela direita. Essas infrações respondem por 11% (359.431) das mais de 3 milhões de multas aplicadas em 2013 pela Polícia Rodoviária Federal em todo o País.

publicidade:

A multa por andar em acostamento é mais comum do que imaginamos. Para se ter ideia, a cada hora 41 pessoas são flagradas em uma dessas situações espalhadas nas rodovias do País, informações essas passadas pela Polícia Rodoviária. Houve 91.825 notificações do gênero em estradas estaduais, entre janeiro e setembro deste ano, isso somente em São Paulo. Tudo indica que o número está crescendo cada vez mais.

Multa por andar em acostamento

No dia a dia, indo trabalhar, pra burlar um pequeno ou grande trânsito, andar pelo acostamento é bem mais comum que muitos pensam. O fato é que, é um ato extremamente perigoso, em vista de que o acostamento é unicamente feito para carros que sofreram com algum problema técnico e precisam parar devido alguma emergência. Para não afetar o tráfego, o carro com problema é jogado então para o acostamento, sinalizado de maneira correta para evitar maiores problemas e possíveis acidentes.

publicidade:

Mas é aí, que muitos acabam se aproveitando daquele espaço “aparentemente” vazio, para chegar mais rápido ao destino. Hoje em dia, quem for flagrado realizando ultrapassagem pelo acostamento ou em local proibido, o valor é de R$ 1467,35; e, em caso de reincidência, os valores serão dobrados.

“A ultrapassagem em local proibido é responsável em grande parte pelos acidentes frontais mais graves que resultam em vítimas”, disse o tenente André Matielo, do Comando de Policiamento Rodoviário da Polícia Militar de São Paulo. Dados do Mapa da Violência de 2014 apontam que mais de 46 mil pessoas morreram em decorrência de acidentes nas estradas do Brasil, registrados em 2012.

O número é 38,3% maior do que há dez anos. O oficial da PM concorda com a tendência de a penalidade financeira ser ampliada. “O que mais pesa para o condutor é o bolso, sem dúvida nenhuma.” Para o coordenador do Núcleo de Estudos em Segurança no Trânsito da USP, Coca Ferraz, os valores das multas precisavam ser atualizados, e a medida terá efeito na quantidade de acidentes registrados. “Com esse tipo de multa, certamente vamos inibir a infração, que leva aos acidentes graves.”

Infrações por dirigir pelo acostamento

Confira um vídeo com diversos infratores que optam por dirigir pelo acostamento, correndo o risco de provocar graves acidentes e levar multas.

publicidade:

 

publicidade: