Como fazer transferência de veículos?

Como fazer transferência de veículos?
Rate this post

A compra de um veículo é sem sombra de dúvidas um momento de muita felicidade e satisfação, em especial para quem adquire um carro seminovo. Depois de fechado o negócio vem a parte mais chata, que é a burocrática para poder transferir o veículo para o nome de quem o comprou. Essa transferência tem um nome “Transferência de Propriedade de Veículo” que deve ser feita para que o novo proprietário possa ter em mãos a documentação do mesmo legalizada.

Importância da transferência de veículo

A Transferência de Propriedade de Veículo é importante para que o Detran possa atualizar a sua Base de Dados e no Registro Nacional de Veículos Automotores (RENAVAM), que funciona como um banco de dados contendo toda a vida do veículo, desde quando foi fabricado contendo todas as alterações registradas, como por exemplo: troca de propriedade, mudança de estado, mudança de características, até quando o veículo sai por completo de circulação.

publicidade:

542136-dicas-para-efetuar-transferencia-de-veiculos-2-630x340

Passo a passo da transferência de veículo

Para fazer a transferência de veículo, sem que haja nenhuma complicação é quando a mesma é realizada dentro do mesmo município, quando o endereço do comprador e do vendedor esta na mesma cidade. No caso da cidade de São Paulo, por exemplo, para que o novo proprietário possa ter o Certificado de Registro de Veículo (CRV) é preciso apresentar ao DETRAN ou à unidade de trânsito mais próxima é necessário apresentar a seguinte documentação:

publicidade:

– Original e cópia da Carteira Nacional de Habilitação (CNH) ou de algum documento pessoal com foto (RG, Reservista);

– Original e cópia do Cadastro de Pessoas Físicas (CPF) no novo proprietário do veículo;

– Original e cópia do comprovante de endereço;

– Original e cópia do Certificado de Registro e Licenciamento de Veículo (CRLV);

– Original do Certificado de Registro de Veículo (CRV) do proprietário anterior, preenchido em nome do comprador e firma reconhecida;

– Original e cópia do comprovante de pagamento da Taxa de Emissão do novo CRV – que deve ter sido pago com antecedência em agências bancárias – e comprovante de quitação de s débitos, como: IPVA, licenciamento e multas, que devem ser visto no DETRAN pelo motorista antes de vender o automóvel..

– Decalque legível do chassi e do motor;

– Formulário RENAVAM preenchido em duas (2) vias.

Vale lembrar que para a transferência de propriedade de veículo entre municípios do Estado de São Paulo ou até mesmo de outro estado para o estado de São Paulo, os documentos exigidos são os mesmos, mudando apenas os procedimentos a serem tomados como o pagamento da taxa de emplacamento e lacração e a troca da placa em uma unidade do Detran. A transferência do veículo pode ser feita pelo próprio proprietário ou se preferir poderá fazer por intermédio de um escritório Despachante.

Veja Também: Saiba como recorrer da Multa por nã transferir veículo em 30 dias

publicidade: